Revista ProCampo - Uma Leitura Produtiva

 

 
de
Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/index.php on line 280
2018.
  51ª Edição (Agosto/Setembro)  
Publicidade


Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/estrutura/banners/exibir.php on line 9
Anuncie Aqui!

Notícias

 

05.01.2011 - 13:26

Cobrança pelo uso da água

No ultimo dia 29/10 foi realizado no Hotel SENAC em Vitória o Seminário “Cobrança pelo Uso da Água: A Visão do Usuário”, promovido pela AURHES - Associação dos
Usuários de Recursos Hídricos do Estado do Espírito Santo, cujo objetivo foi promover o debate sobre o tema com especialistas de todo o Brasil. Em nosso Estado, este importante instrumento de gestão dos recursos hídricos ainda não está implementado, mas, tudo indica que para o próximo ano, já estará em pleno vigor. Há de se esclarecer que a cobrança pelo uso da água está prevista em legislação (Lei Federal nº. 9.433 e Lei Estadual nº. 5.818) e que tem como principal objetivo a indução de um uso mais racional da água por parte do usuário, além de auxiliar nos investimentos para a recuperação das bacias hidrográficas, como proteção de nascentes, recuperação de áreas degradadas e também o pagamento por serviços ambientais. Cabe ressaltar que estão passíveis de cobrança todos os usos sujeitos à outorga e que os usuários considerados insignificantes estarão dispensados do pagamento.

Para ser definitivamente implementada nas bacias hidrográficas de domínio estadual, a cobrança precisa estar pautada em um decreto específico que deverá tratar sobre os critérios gerais e diretrizes sobre a arrecadação. Com relação a encaminhamentos peculiares da cobrança para cada bacia, os mesmos serão tratados dentro dos Comitês de Bacias Hidrográficas – CBH's, onde todos os setores da sociedade têm participação e poder de decisão. Aqui no Espírito Santo este decreto ainda não foi sancionado.
Apesar de encontrar-se pronto para ser encaminhado à Assembléia Legislativa para votação, o Governo abriu a discussão com todos os setores envolvidos para promover a questão e colher opiniões. O fato é que só haverá cobrança pelo uso da água se o respectivo Comitê deliberar favoravelmente, com regras claras sobre o valor anual a ser cobrado e onde eles serão aplicados, sendo obrigatório essa aplicação ocorrer na bacia de origem.

Caso do Doce

A Bacia Hidrográfica do rio Doce abrange dois Estados da União, Espírito Santo e Minas Gerais, portanto a cobrança para ser implementada em sua calha principal não depende da aprovação do decreto estadual. Em nosso Estado são três as bacias hidrográficas que compõe a bacia do Doce. São elas: Bacia do Guandu, Bacia do São José e Bacia do Santa Maria do Doce. Apesar de comporem a bacia federal, a cobrança só será implementada nos corpos hídricos destas bacias assim que o decreto estadual estiver em vigor.

Se depender do esforço do Presidente do CBH do Doce e Prefeito de Colatina, Leonardo Deptulski, a cobrança deverá ocorrer em deliberação a ser tomada pelo Comitê ainda em dezembro, sendo os recursos arrecadados aplicados em ações de recuperação na própria bacia.

"Nossas discussões sobre a cobrança e, também, a criação de uma Agência de Águas devem culminar na deliberação do referido Comitê sobre o assunto no dia 16 de dezembro. A intenção é de que a cobrança seja instituída ainda em 2011", disse durante o Seminário realizado em Vitória (fonte: http://www.aurhes.org.br/destaque_02.htm).

Para onde vai o valor arrecadado

Antes de se iniciar a cobrança, o CBH precisa saber o que fazer com o valor a ser arrecadado, ou seja, precisa de um Plano de Bacia. Neste plano deverão estar elencados todos os programas que são necessários para a recuperação daquela bacia ao nível que for determinado pela sociedade respeitando o seu enquadramento.
Quando da definição dos programas, estes deverão estar listados com prioridades, alem de contar também com o tempo de duração estimado e o valor necessário para a sua execução. Com o plano aprovado, passa-se a discussão dos valores de cobrança para os usuários daquela determinada bacia. É importante ressaltar que os valores podem ser diferenciados para cada setor de usuário ficando a cargo do Comitê definir qual critério será utilizado. Os valores a serem cobrados em cada bacia ainda precisarão ser aprovados pelo Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CERH antes de entrarem em vigor. De todo o valor arrecadado, um máximo de até 7,5% deverá ser para cobrir as despesas administrativas de custeio do sistema e um mínimo de 92,5% deverá ser aplicado nos projetos, estudos e obras definidos no Plano de Bacia.

Portanto, a sociedade deve encarar a cobrança pelo uso da água como uma realidade já para o próximo ano. Apesar de estarmos ainda no início da discussão a sua viabilização está bem encaminhada e, para podermos contribuir com a questão, devemos exercer nossa cidadania participando ativamente de nossos Comitês, fortalecendo cada um o seu setor e colaborando com a gestão dos recursos hídricos em sua região.

Artigo publicado na 29ª edição (Dez/Jan 2011) da revista ProCampo
por Murilo Antonio Pedroni
Eng. Agrônomo - Técnico em
Meio Ambiente da Faes
murilo@faes.org.br


Edições Anteriores

23.09.2014 - 12 de outubro. Dia do Engenheiro Agrônomo

23.09.2014 - O mosaico do mamoeiro e o mamão de quintal

23.09.2014 - Parasitos: Importantes vilões da produção pecuária

23.09.2014 - Três cultivares de café conilon são protegidas pelo Incaper

23.09.2014 - A certificação fairtrade no café


 voltar  |  topo  |  home

Publicidade

 


Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/estrutura/banners/exibir.php on line 9
Anuncie Aqui!


Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/estrutura/banners/exibir.php on line 9
Anuncie Aqui!


Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/estrutura/banners/exibir.php on line 9
Anuncie Aqui!


Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/estrutura/banners/exibir.php on line 9
Anuncie Aqui!

 

Parceiros

 

    Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/storage/f/f6/ff/revistaprocampo/public_html/estrutura/banners/parceiros.php on line 9
  • Midas
  • Cooabriel
  • Incaper
  • Seea
  • Senar
  • CCA-Ufes
  • Cedagro
  • Defagro

Revista ProCampo - A Revista do Agronegócio Capixaba

Endereço: Rua Vinte e Dois de Abril, 09 - B.N.H. - Linhares/ES - 29902-180

Telefone: (27) 3373-3424 // 9984-5808

Email: procampo@revistaprocampo.com.br

"Criando sua empresa na internet"