Revista ProCampo - Uma Leitura Produtiva

 

 
de 2017.   51ª Edição (Agosto/Setembro)  
Publicidade

Anuncie Aqui!

Notícias

 

01.08.2012 - 15:18

Café arábica das montanhas capixabas

Exemplo de produtividade, qualidade com sustentabilidade ambiental

A Associação de Agro-descendentes do Distrito de Santa Maria (Agrodisma) com sede em Santa Maria de Marechal, Município de Marechal Floriano, é constituída por um grupo de mais de 50 famílias de produtores rurais de agricultura de base familiar e na sua maioria descendentes de origens alemã e italiana que vieram para o Brasil a partir de 1850. As atividades principais são: café (1.200 ha), eucalipto (500 ha), horticultura (50 ha), fruticultura (50 ha) floricultura (5 ha), avicultura, agroindústrias, agroturismo etc. Tem como objetivos básicos reunir os produtores e promover um bom convívio entre eles, no sentido de se estabelecer um espírito de companheirismo; assim como orientar e defender a comercialização dos produtos agrícolas visando remunerar condignamente os produtores.
A região é formada por bonitos vales verdes onde se confundem as reservas naturais da Mata Atlântica com as plantações de café sempre em curvas de nível obedecendo as boas práticas agrícolas recomendadas para esta cultura. O solo é um Latossolo com declividade acentuada na sua maioria, com altitudes que variam de 600 a 1100 metros. A temperatura média anual é de aproximadamente 20,7°C, com 25,0°C de média máxima e 16,3°C de média mínima. A precipitação média dos últimos 24 anos é de 1.652 mm anuais. A distribuição da chuva durante o ano está representado na Figura 1.
O cultivo do café realizado pelos cafeicultores dessa Associação está dentro da micro-bacia do Rio Fundo e é na sua maioria no sistema adensado visando a proteção do solo contra a erosão e com uma situação de destaque na proteção das nascentes, córregos e rios com o objetivo de produzir, viver e preservar. O clima característico das Montanhas do Espírito Santo favorece a floração do café por período maior compreendido entre os meses de setembro a março, sendo comum ocorrer mais de 10 florações anuais. Pelas condições climáticas descritas acima o período entre a floração e a completa maturação dos grãos é mais prolongada que o normal das outras regiões cafeeiras do Brasil, sendo normalmente de 09 meses ou mais, o que permite uma absorção e translocação dos nutrientes mais lenta, possibilitando aos grãos além de um maior tamanho um maior acúmulo de açúcares.
Todos os bons tratos da lavoura cafeeira são observados como: calagem, adubação, podas, desbrotas, controle equilibrado de ervas, doenças e pragas, o que permite produtividades que vão de 30 a mais de 60 sacas beneficiadas/hectare. Porém a colheita dos frutos sejam eles de cor vermelha ou amarela, totalmente maduros (cereja), seu processamento via úmida, secagem e benefício são também de fundamental importância para a obtenção dos atributos de uma excelência na qualidade dos grãos, que se consegue produzir nessa região em especial.
As características diferenciadas do clima e manejo da planta desta micro-região deram aos produtores Hilda Krohling e Valdecir Evald  o prêmio de 1º lugar nos anos de 2010 e 2011 no concurso de café de qualidade realizado pela Cooperativa dos Cafeicultores das Montanhas do Espírito Santo (Pronova), respectivamente. No ano de 2011 dos 10 melhores cafés premiados, 04 eram dessa micro-bacia.
A parceria da Agrodisma com instituições públicas como o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e a Fundação Procafé também fazem parte do sucesso alcançado nos últimos anos.
Podemos assim parabenizar os produtores da micro-bacia do Rio Fundo que por mais de 130 anos de trabalho, dedicação e preservação ambiental após a vinda dos imigrantes conseguem conviver harmonicamente com a belíssima Mata Atlântica preservando-a para as futuras gerações.


Artigo publicado na 38ª edição (Jun/Jul 2012) da revista ProCampo
por Cesar Abel Krohling – eng. agronômo Incaper – Marechal Floriano (ES),
Ubaldino Saraiva – Incaper – Chefe do Escritório Local de Mal. Floriano – ELMF,
Marcelo Krohling – eng. agr. e cafeicultor
cesar.kro@hotmail.com


Edições Anteriores

23.09.2014 - 12 de outubro. Dia do Engenheiro Agrônomo

23.09.2014 - O mosaico do mamoeiro e o mamão de quintal

23.09.2014 - Parasitos: Importantes vilões da produção pecuária

23.09.2014 - Três cultivares de café conilon são protegidas pelo Incaper

23.09.2014 - A certificação fairtrade no café


 voltar  |  topo  |  home

Publicidade

 

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

 

Parceiros

 
  • Cedagro
  • Defagro
  • Midas
  • Cooabriel
  • Incaper
  • Seea
  • Senar
  • CCA-Ufes

Revista ProCampo - A Revista do Agronegócio Capixaba

Endereço: Rua Vinte e Dois de Abril, 09 - B.N.H. - Linhares/ES - 29902-180

Telefone: (27) 3373-3424 // 9984-5808

Email: procampo@revistaprocampo.com.br

"Criando sua empresa na internet"