Revista ProCampo - Uma Leitura Produtiva

 

 
de 2017.   51ª Edição (Agosto/Setembro)  
Publicidade

Anuncie Aqui!

Notícias

 

14.12.2012 - 09:50

Frutas exóticas são destaque no mercado da Ceasa/ES

A comercialização das frutas exóticas está em alta e é sucesso nas Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa/ES).  A procura pela  batata yacon, o cupuaçu, o jenipapo, o noni e a physalis é grande. De
janeiro a outubro de 2012 já foram 63.168 quilos vendidos das frutas. No mês de agosto, a movimentação financeira foi de R$ 26.622,99, em setembro R$ 31.646,84 e em outubro R$ 35.393,67. O mês de setembro apresentou crescimento de 19% da comercialização, somando 10.635 quilos.  A batata yacon lidera a procura com 4.100 quilos já vendidos, seguido pelo noni com 3.915 quilos, a physalis com 1.892 quilos, o cupuaçu com 1.154 quilos e o jenipapo com 820 quilos.

Região

O noni é cultivado em Santa Maria de Jetibá e São Roque do Canaã; o cupuaçu é produzido nos municípios de Pancas e Viana; o jenipapo vem de Santa Teresa, Vitória e Afonso Cláudio, enquanto a batata yacon tem procedência dos municípios de Santa Maria de Jetibá e Afonso Cláudio, já a physalis vem de São Paulo.

Características e benefícios

Cada produto possui suas particularidades, tanto na textura quanto no cultivo, mas também apresentam alguns pontos em comum, como nas finalidades. Podem ser usados no preparo de doces, bebidas, saladas, licores e em chás.

A physalis tem o ciclo de produção rápido e rústico, por isso, o cultivo é feito durante todo o ano. Se adapta ao clima quente e suporta o clima frio, embora seja vulnerável a umidade. É muito consumida in natura por ser doce. Possui grande teor de vitaminas A e C, fósforo, ferro, flavonoides e alcaloides. É anti-inflamatória e auxilia no tratamento de reumatismo crônico, das doenças de pele, da bexiga e do fígado.

O jenipapo quando verde é usado como corante, em tecidos e tatuagem, por produzir um suco azulado. Os índios utilizavam o suco da fruta para pintar o corpo. Porém, quando maduro torna-se comestível. Com características medicinais, contribui como fortificante, estimulando também o apetite. Possui vitaminas B1, B2, B5 e C e é rico em substâncias como ferro e cálcio. Indicado também no tratamento de doenças como anemia, diarreia, doenças do baço e fígado e problemas dos rins. Além disso, é utilizado em licor, xaropes, refrigerante, compotas e doces.

 A batata yacon é consumida há milhares de anos pelos incas, seu cultivo geralmente é feito em terra fofa e em altitudes elevadas. Ela suporta baixas temperaturas e possui raízes tuberosas, que necessitam de uma grande quantidade de água. Conhecida como batata diet, por ter substância que auxilia no controle de açúcar do sangue, atuando no combate ao diabetes e no emagrecimento. Possui muitos nutrientes, como o cálcio, o ferro, o zinco e o potássio, agindo na redução de bactérias patogênicas e na redução do colesterol. É importante escolher as raízes sem machucados, garantindo maior durabilidade. A batata pode ser consumida crua, tanto na salada ou como suco e chá. Deve ser conservada na geladeira, por até dois meses.

O noni é  uma fruta tropical, originária do sudeste asiático e é consumido há mais de dois mil anos. Chegou ao Brasil com grande apelo comercial, devido aos benefícios à saúde. O destaque é o forte aroma que ele possui quando maduro. Sua casca consiste em uma película fina que pode ser facilmente retirada quando está maduro. Além disso, apresenta uma mudança na coloração da polpa, que passa da cor verde para amarela esbranquiçada à medida que amadurece. A mistura com o suco de uva detém propriedades que podem diminuir o colesterol no sangue. Ajuda no sistema imunológico e na absorção mais rápida dos nutrientes pelas células.

O cupuaçu é nativo da região amazônica. Parente do cacau, a fruta possui características semelhantes, como a casca dura e caroços grandes no interior. As sementes ficam dentro de uma polpa branca, de forte aroma e com gosto bem peculiar. Rica em proteínas, vitaminas, cálcio e fósforo é consumida geralmente em sucos. Apesar de ainda não ser muito conhecida por todos os consumidores capixabas, alguns dos produtores  que estão cultivando têm boas expectativas em relação às vendas. A produção, por enquanto, é feita em Baía Nova, município de Viana, e revendida na Ceasa, que funciona de segunda a sexta-feira, das 5 às 16 horas.

Artigo publicado na 40ª edição (Out/Nov 2012) da revista ProCampo
por Assessoria de Comunicação da Ceasa/ES
comunicacao@ceasa.es.gov.br


Edições Anteriores

23.09.2014 - 12 de outubro. Dia do Engenheiro Agrônomo

23.09.2014 - O mosaico do mamoeiro e o mamão de quintal

23.09.2014 - Parasitos: Importantes vilões da produção pecuária

23.09.2014 - Três cultivares de café conilon são protegidas pelo Incaper

23.09.2014 - A certificação fairtrade no café


 voltar  |  topo  |  home

Publicidade

 

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

 

Parceiros

 
  • Cedagro
  • Defagro
  • Midas
  • Cooabriel
  • Incaper
  • Seea
  • Senar
  • CCA-Ufes

Revista ProCampo - A Revista do Agronegócio Capixaba

Endereço: Rua Vinte e Dois de Abril, 09 - B.N.H. - Linhares/ES - 29902-180

Telefone: (27) 3373-3424 // 9984-5808

Email: procampo@revistaprocampo.com.br

"Criando sua empresa na internet"