Revista ProCampo - Uma Leitura Produtiva

 

 
de 2017.   51ª Edição (Agosto/Setembro)  
Publicidade

Anuncie Aqui!

Notícias

 

13.05.2013 - 14:20

Tipos de alimentação volumosa para a época seca do ano

Forragens de alta qualidade são importantes porque diminuem a quantidade de alimento concentrado a ser utilizado

Quando se aproxima o período compreendido entre os meses de maio a setembro, a falta ou escassez de alimento para os animais aumenta consideravelmente e normalmente os produtores mais “simplórios” começam a ver seus animais entrarem em emagrecimento progressivo, queda brusca de peso, culminando em mortes por falta de alimento, onde nessa fase, inicia – se um desespero irreversível por parte de muitos produtores que amargam seus prejuízos. Para amenizar estes prejuízos ou até mesmo obter lucros satisfatórios, muitos produtores criam alternativas economicamente viáveis produzindo alimento em excesso para que haja lucro neste período. Existem várias alternativas em nossa região, sendo as mais importantes, a vedação das pastagens, uso de cana + uréia + sulfato de amônio, uso de camerom verde picado ou ensilado, uso de silagem de sorgo ou silagem de milho. Dentre as alternativas volumosas citadas, muitos produtores optam por uma ou por outra, dependendo muito do tipo de rebanho e de manejo a que se destinam os animais. Quando os animais são de origem mais leiteira e se faz 2 ordenhas diárias, tende – se a usar camerom picado (verde ou roxo) ou silagem (camerom, sorgo ou milho), quando os animais não tem aptidão muito leiteira e se faz uma única ordenha, a maioria dos produtores optam por usar a cana e seus componentes, ou a vedação das pastagens por 90 a 100 dias antes de por o gado.
Breve relato dos alimentos volumosos observados nos centros de pesquisa. (Embrapa – C.N.P.G.L. – Centro Nacional Pesquisa Gado de Leite e Embrapa – C.NP.G.C. – Centro Nacional Pesquisa Gado de Corte).
Cana picada in natura:  A cana tem a menor exigência de solo, e segundo os pesquisadores, tem o maior teor de fibra, produz cerca de 120 toneladas por hectare em 01 corte anual se for adubada e irrigada.

Camerom verde/roxo picado: Produz cerca de 6 a 7 cortes anuais, com intervalos de corte de 42 a 60 dias, produzindo em cada corte média de 60 toneladas massa verde por corte. É o mais produtivo e o que mais rápido se refaz, pois em apenas 42 dias uma área de 1,7 a 2,0 hectares alimenta – se 50 vacas o ano inteiro se for irrigado e adubado. Seu teor de proteína bruta varia de 12 a 18 %.

Silagem de Sorgo: Alimento de excelente qualidade, produz cerca de 3 cortes anuais, atingindo uma produtividade média de 120 a 130 toneladas de massa verde com adubação e irrigação. Seu teor de proteína bruta varia de 10 a 14 %.

Silagem de Milho: É a que tem mais energia (Nutrientes Digestíveis Totais) por possuir o maior número de grãos. Atinge cerca de 45 toneladas por corte, por hectare, podendo atingir até 50 ton/hectare. É a mais nutritiva, mas é também a que tem maior custo. É a eleita por produtores de leite que fazem 2 ordenhas e vivem da atividade. Também é a que mais resulta em maior aumento de produtividade de leite.
Portanto, o que se vê pelas informações, que ao se iniciar com a cana, depois indo para o camerom, passando pelo sorgo ensilado e terminando na silagem de milho, respectivamente nesta ordem, tem – se um aumento de produção considerável, onde o diferencial da cana para o milho pode chegar a até 50 a 60 % a mais, no milho.
Por isso, devemos alimentar nossos animais o ano todo, para que os prejuízos acarretados pela falta de chuvas não nos atinja e nossos animais possam suportar essa época tão difícil.

Artigo publicado na 43ª edição (Abr/Mai 2013) da revista ProCampo
por Marcelo Fernandes B. Vieira 1 e Wanderlei Ferreira de Sá 2
1 Méd. Veterinário – Cooperativa Veneza
2 Med. Veterinário – PhD Reprodução Animal
vetmarcelofv@hotmail.com
É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização expressa dos editores ou dos autores.


Edições Anteriores

23.09.2014 - 12 de outubro. Dia do Engenheiro Agrônomo

23.09.2014 - O mosaico do mamoeiro e o mamão de quintal

23.09.2014 - Parasitos: Importantes vilões da produção pecuária

23.09.2014 - Três cultivares de café conilon são protegidas pelo Incaper

23.09.2014 - A certificação fairtrade no café


 voltar  |  topo  |  home

Publicidade

 

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!

 

Parceiros

 
  • Cedagro
  • Defagro
  • Midas
  • Cooabriel
  • Incaper
  • Seea
  • Senar
  • CCA-Ufes

Revista ProCampo - A Revista do Agronegócio Capixaba

Endereço: Rua Vinte e Dois de Abril, 09 - B.N.H. - Linhares/ES - 29902-180

Telefone: (27) 3373-3424 // 9984-5808

Email: procampo@revistaprocampo.com.br

"Criando sua empresa na internet"